quarta-feira, 5 de março de 2008

Arquitetura paulistana


E por falar em lugares especiais de São Paulo, no começo da semana estive na Santa Casa de Misericórdia, no bairro de Santa Cecília. O prédio é lindo e merece uma visita. Que não seja numa emergência!
Na entrada, quaresmeiras dividem espaço com pés de jaca carregados. Os prédios lembram conventos espanhóis. Não sei de que época são. Preciso pesquisar.
Mas por enquanto aproveito pra mostrar algumas fotos que fiz no começo da semana.

2 comentários:

Sig Mundi disse...

Muito legal a foto.
Eu adoro o centro de São Paulo. Acho lindo!
Pena que não há vida noturna nele. Poderia ser como em outras cidades, onde você vai a uma lanchonete, barzinho, cinema ou teatro... com metrô por perto. Seria diversão na certa! Mas em Sampa isso é impossível!

bjs, andrea

andarilha disse...

É verdade, a vida noturna em São Paulo está limitada aos bairros onde estão os bares, restaurantes e algumas casas noturnas. No centro, ali pelas bandas do Largo do Café e da Praça Antonio Prado (perto da Bolsa de Valores e do Martinelli), agora os bares ficam abertos até mais tarde. Instalaram ali até uma filial da Choperia São Jorge que é um lugar super badalado da Vila Madalena; o bar do Centro Cultural banco do Brasil colocou mesinhas e cadeiras pra fora a exemplo de outros bares da região. Um pouqinho mais afastado do Centrão, está o Bar Brahma, que continua movimentado e com atrações diferentes a cada semana.
Mas sei que ainda não é suficiente.