sábado, 8 de março de 2008

Arembepe

Em Arembepe, na Bahia, vive um sujeito pra lá de interessante. É o Missival, um ex-hippie que se instalou naquela praia junto com outros tantos nos anos 60/70 , quando ali não existia asfalto ou luz elétrica. Até hoje a vila dos hippies ainda é visitada como se ali vivessem animais exóticos dignos de observação. O Missival deixou a vila pra morar do outro lado de Arembepe. Tem uma pousada com alguns quartos e um restaurante simples aberto ao público. Porém são poucos os turistas que ficam ali; a maioria prefere ficar em Salvador ou nas praias da Linha Verde como Imbassai, Conde, Barra do Tariri. Apesar das modernidades que chegam a Arembepe (carros, barulho, som alto e outras idiotices que não suportamos em praia), o lugar ainda é muito bonito. Mas voltando ao Missival, eu o conheci há alguns anos quando viajei de férias para a Bahia. Por indicação de um amigo, ex-hippie também, fui intimada a ficar no Missival. De mochila nas costas eu andava pelas ruas procurando pelo endereço da pousada quando um sujeito sentado na frente de um bar começa aquele abominável psiu! psiu! psiu! Diante da insistência, olhei com raiva e o que vi foi um baiano bem simplório com os cabelos descoloridos olhando direto pra mim. Pois é, era o dito cujo. Foi amor à primeira vista. Um amor de amigo, é bom esclarecer. Daí pra frente não nos largamos mais. Muita conversa, fofoca, cumplicidade. Tudo isso na cozinha da pousada onde ele reina como um verdadeiro chef francês. Preparou uma lagosta tão boa que até hoje ainda sinto o gosto na boca. É um dos tantos cozinheiros fantásticos que temos perdidos Brasil afora. Sem frescura, ele transforma os ingredientes super frescos que chegam do mar em verdadeiras delícias. Vale uma visita.

3 comentários:

Patty Diphusa disse...

Salve Missival !!!!!

Andarilha, seu cd está na portaria do seu prédio. Enjoy it.

bjs

Sig Mundi disse...

Ola!

Amo a Bahia! Já viajamos por todos esses lugares, mais de uma vez. E voltaremos algumas outras...

Mas nunca ouvimos falar de Missival... pena. Qdo estivermos planejando uma volta pela Bahia, lembraremos da sua dica.

bjs, Andrea

andarilha disse...

patty,

estou ouvindo a beleza do CD.