terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Boa oportunidade para conhecer os restaurantes de SP




De 25/2 a 9/3 acontece a São Paulo Restaurant Week 2008. Os restaurantes participantes oferecem refeições completas – entrada, prato principal e sobremesa - a R$ 25,00 (almoço) e R$ 39,00 (jantar). É uma boa oportunidade para conhecer alguns restaurantes considerados mais caros para nossos bolsos rasos. Um deles, que pretendo conhecer durante a promoção é o Capim Santo que vai oferecer como entrada charutinho de couve com abóbora e carne seca servido com chutney de feijão, como prato principal moqueca de polvo acompanhado de purê de macaxeira ou nhoque de mandioquinha recheado com brie e mel com molho de sálvia, e como sobremesa, petit gateau de capim santo.

Alguns restaurantes que participam da promoção colocaram no site oficial os cardáprios especiais (é bom ligar antes pra saber se os preços valem para o final de semana, se é preciso fazer reserva etc.). Veja quem participa: Água e Terra (Hotel Della Volpi), Aguzzo Caffè e Cucina, AK Delicatessen, Amaranto (Caesar Park Paulista), Aoyama (Higienópolis, Itaim Bibi, Moema), Badaró (Shopping D&D e Shopping Morumbi), Bar Brahma, Bistrô na Faria Lima, Bolinha, Bucattini, Cantina Lo Spaghetto, Canvas Bar e Grill (Hilton São Paulo), Capim Santo, Casa Europa, Chakras, Colher de Pau, Diacuí, Dona Lucinha, El Pátio, Espaço Gattoria, Espaço Tambiú, Forbidden City, Gardenia, Ganesh, Genova, Govinda, House of Sian, La Marie, La Risotteria, La Table O & Co., Lola Bistrot, Mercearia do Conde, Nakasa Sushi, Nam Thai, O Gato que Ri, Obá, Passaparola, Sea House – Jardins, Senhora Massa, Shimo, Terraço Jardins (Renaissance São Paulo), Thai Gardens, Trindade, Verbena (Hotel Transamérica), Wolfsgarten.


3 comentários:

Sig Mundi disse...

Ai que vontade que deu! Faça bom proveito. Que legal isso!

bjs, andrea

andarilha disse...

você sabe que abriu um restaurante russo aqui em São Paulo? Ainda não tive oportunidade de ir. Existe alguma comida muito gostosa que a gente tenha que provar?

Redneck disse...

Andarilha, tem tanta coisa boa, não é? E pensar que a gente vive esse mundo ... Eu viajo nas aulas. É realmente uma maravilha - física e mental - conviver para e com a comida. Quanto mais eu leio sobre o assunto, mais me interessa. Ontem, conversando com uma professora, nós falávamos da memória dos gostos da infância. E cada um tem um cheiro, um sabor, um modo de fazer as coisas que, muito provavelmente, influencíará seus pratos por toda a vida. Beijo!