sábado, 26 de janeiro de 2008

Oaxaca é uma festa para os olhos

Estava andando hoje pela imensa Central de Abasto da cidade de Oaxaca e seguia pensando como nós, latinos, somos parecidos. Me sentia andando no mercado de Caruaru, ou na feira do Alecrim, em Natal. As carnes, miudos e frangos expostos nas bancas, as frutas, verduras e legumes dispostos em cestos de palha, boxes de comida feita na hora com imensas panelas fervilhando. Tudo muito colorido, barulhento e vivo.
Oaxaca é uma festa para os olhos. A intensidade das cores aqui é uma coisa especial. Tudo é muito colorido, desde o casario até o artesanato. Os desenhos bordados em batas, vestidos, caminhos de mesa, xales e ponchos de lã levam vermelho, verde, amarelo, roxo, rosa, etc. Quase 100% dos tecidos são feitos a mão, muitos ainda elaborados pelas mulheres indigenas em teares presos a cintura.
A historia aqui continua viva. Enquanto nos museus e nas zonas arqueológicas vemos o passado resgatado, nas ruas permanecem comidas feitas com ingredientes que ja eram consumidos antes da chegada dos espanhóis. Tambem prevalecem alguns costumes como a forma de tecer, de tingir os tecidos etc. É o antigo e o moderno convivendo.

Tenho muitas fotos, mas por enquanto, fico devendo.

5 comentários:

Redneck disse...

Andarilha, se tem uma coisa que gosto no blog é a possibilidade de acompanhar as pessoas como se com elas eu estivesse. Blog é exatamente para isso. Você, ao contrário da Patty Diphusa, dá sinal de vida. A louca, em NY, esqueceu-se de nós. Bem, eu já li Cisnes Selvagens e é ótimo. Agora, se você quer mesmo sofrer, leia "O Menino do Pijama Listrado". É de chorar ainda mais. Quanto aos sapinhos, adorei, adorei!!!! Não acredito que você achou isso!!! E valeu pela dica do documentário. Eu sabia que não era caipira em vão. Continue nos enviando as impressões de viagem. Besos!!!!

Sig Mundi disse...

Que viagem maravilhosa! Estou planejando a minha para abril ou maio, e jah estou tratando de aproveitar suas dicas! Aproveite esse encanto de país!! bjs!

Patty Diphusa disse...

Olá, amoreco. Que delícia saber o quanto vc está curtindo essa viagem, tem a sua cara. Estou doida para ver as fotos. E aula de culinária em Oaxaca -- [e isso?-- é tudo. bjs.

andarilha disse...

Acho que o lugar que escolhi ajuda a manter o astral elevado. afinal, muita cor, comida boa, tempo bom, viajantes de todo o mundo se cruzando... Portanto, caro Redneck por enquanto nao estou interessada em derramar esse mar de lagrimas!!!

E Sig, me avise se voce vier ao Mexico. Algumas dicas que sao passadas de amigos pra outros amigos sempre ajudam muito. Por exemplo, descobri que em Oaxaca existe um taxi coletivo que sai do aeroporto e vai entregando um por um nos hoteis ou nos enderecos que fornecerem ao motorista. Sao vans novas. Ele custa U$ 3,00, e o taxi comum, U$ 20,00.

bjs.

andarilha disse...

Ei, Patty, acabo de ver sua mensagem. Quem disse que voce tinha desaparecido debaixo da neve?
Bem, ando comendo ate inseto. Imagine que eles sao chamados chapolines. Tem de todo tamanho e sao fritos com alho e sal. E pimenta, eh claro. Nao seria o Mexico se nao tivesse pimenta!

Mande suas noticias tambem.

bjs.