quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Bailando na praça


Estou e Mérida, na Península de Yucatan. Cheguei e fui direto pra praça Santiago. Umas 200 pessoas estavam dançando ao som de uma musica parecida com a salsa. Um conjunto tocava animado num palco montado num canto da praçca. Vejam só: a cada dia da semana uma atividade em praça pública reúne dezenas de yucatecos. Em torno das praças ficam mesinhas com cadeiras pra comer as comidas típicas daqui. Muito legal. Uma noite deliciosa, quente. Conheci tres moradores da cidade e me contaram coisas otimas pra fazer e comer por aqui.
Hoje a noite tem apresentaçao do Ballet Folklorico da Universidade no Teatro Peón Contreras. Vou conferir. A foto é de um grupo folclórico, mas não sei o nome.

Amanha vou a uma reserva natural ver os flamingos. Depois conto.

8 comentários:

Patty Diphusa disse...

Andarilha, andarilhando..que linda está sendo essa tua viagem. É a tua cara. Bjs.

Sig Mundi disse...

Que delícia! Pelo que você conta deve estar muito gostoso por aí!
bjs, andrea

Mario disse...

Vc tem de reconhecer, Miurasan, eu tinha te avisado. O México é paixão na veia. Nunca mais sairá do seu sangue. (outra paixão avassaladora?? Istambul).

Agora, sua perua, balé folclórico de cucaracha vc vê e as minhas peças te fazem ter apnéia? vc vai me pagar direitinho...

Anônimo disse...

REIKO
NÃO SEI SE VC TÁ SABENDO, MAS O SEU OTAVIO, PAI DO OTAVIO, DO VELLOSO E DO BRASAMORA, MORREU SEMANA PASSADA. EU SOUBE SÓ ONTEM.

M.V.

Anônimo disse...

REIKO
NÃO SEI SE VC TÁ SABENDO, MAS O SEU OTAVIO, PAI DO OTAVIO, DO VELLOSO E DO BRASAMORA, MORREU SEMANA PASSADA. EU SOUBE SÓ ONTEM.

M.V.

andarilha disse...

Puxa, que bom ver tantos comentarios aqui. Eh bom dividir minhas andanças com os amigos. A reserva com flamingos e pelicanos é linda. É época de migraçao e eles vem pra cá pra comer as larvas dos camaroes (que peninha!).

Que notìcia triste essa do pai do Otávio. Me acostumei tanto a vê-lo la pelo Veloso... Um certo dia peguei um onibus cedinho perto de casa e vi um senhor sentado. Fiquei pensando quem seria, de onde o conhecia (perguntas cadas vez mais frequentes). Lá pelas tantas, lembrei. Era o pai do Otávio. Ele estava fora do cenário.

e mário, voce há de convir que nao existe a menor chance de dormir num show de cucarachas ao ar livre, nao é mesmo?

bjs. a todos.

Aurora Boreal disse...

Andarilha,
É manhã de sábado de carnaval e consegui ler a maioria dos relatos da sua viagem (tinha lido só as primeiras postagens): qui dilícia esta tua viagem, né?
Sabe, sempre gostei de blogs de viagens: a gente acaba pegando uma carona e viajando junto.
Aliás, as bagagens de viagens assim deveriam ter além de roupas, protetor solar, chapéu, sandália confortável, produtos de higiene, cartões de crédito, passaporte, visto etc , também um blog.
Tô ansiosa pela sessão de fotos na volta.
Besitos e usufrua de tudo por aí,
Aurora Boreal

Aurora Boreal disse...

E salve Iemanjá!
Hoje é dois de fevereiro!
Aurora Boreal